Como criar um Podcast? Um Passo a passo completo e detalhado

Nunca houve um momento melhor para fazer um podcast: os podcasts estão crescendo em popularidade, a tecnologia está mais fácil do que nunca e ainda há muitas oportunidades para novos criadores de conteúdo.

Vamos falar de todos os pontos necessários e caso você queira ir direto ao tópico, basta clicar nele.

  • Conceito
  • Formato
  • Equipamento e Software
  • Gravação
  • Edição e Uploading
  • Artwork e Categorias
  • Seja ouvido
  • Lançamento

Segundo a Edison Research, o número de americanos que ouvem um podcast por semana aumentou 120% nos últimos quatro anos, e 90 milhões de americanos ouvem um podcast todos os meses.

À medida que o público de podcasts continua a crescer, nunca houve um momento melhor para iniciar um podcast para sua empresa, marca ou hobby pessoal.

Se você seguir este guia, você terá o prazer de lançar seu próprio podcast e aproveitar esse novo e emocionante meio.

O que faz Podcast ser diferente?

Os podcasts são uma ótima maneira de criar uma conexão genuína com seu público.

Em vez da conexão fraturada que você faz através das mídias sociais, os podcasts permitem que você envolva seu público com conteúdo exclusivo de formato longo. Os podcasts são mais convenientes que as postagens do blog, pois as pessoas podem ouvir enquanto dirigem, se exercitam ou apenas fazem tarefas domésticas.

Há muito espaço inexplorado na indústria de podcasting. Existem pelo menos 600 milhões de blogs, 23 milhões de canais do YouTube, mas apenas 800.000 podcasts no Apple Podcasts.

Isso significa que para cada podcast, existem 750 blogs e 29 canais do YouTube.

Imagine a incrível oportunidade de começar um blog em 2004 e você terá uma idéia de onde está o podcasting hoje.

Etapa 1: Desenvolva um conceito para seu Podcast

Os podcasts são tão variados quanto as pessoas que os criam.

Existem excelentes podcasts sobre história, cultura pop, neurociência e até uma cidade fictícia em que alienígenas são amigos do Yeti. O único limite para o que você pode fazer com um podcast é sua própria imaginação.

Antes de abordarmos as questões sobre a escolha de um nome, formato e duração do programa, vamos considerar algumas questões fundamentais.

Para começar, pergunte-se: “Por que estou iniciando um podcast?” e “Sobre o que é meu podcast?”

Depois de responder o porquê e o quê, o restante do conceito se encaixará.

Identifique os objetivos do seu podcast

Então, “por que você está iniciando um podcast?” Em outras palavras, “qual é o seu objetivo ou objetivo no seu podcast?”

Para ajudar você a começar, aqui estão alguns objetivos comuns no podcasting:

  • Para gerar leads para uma empresa
  • Ser reconhecido como líder em um setor
  • Para compartilhar uma mensagem importante
  • Para me divertir

É útil escrever sua resposta para que você possa consultá-la à medida que desenvolve o conceito do seu programa.

Escolha um tema ou tópico para seu podcast

Agora é hora de descobrir o tópico do seu programa. Seu tópico pode ser tão amplo quanto a cultura pop ou tão focado quanto as discussões sobre decisões recentes da Suprema Corte.

O único requisito é ser apaixonado pelo que você escolher. Você deve estar animado para pesquisar e discutir regularmente. Depois de ter uma ideia do que fazer, é hora de pesquisar o mercado.

Você pode pesquisar o tópico do seu programa no Apple Podcasts (anteriormente iTunes) para ver se já existem podcasts nesse gênero. Se houver, ouça alguns episódios para ver o que eles estão fazendo bem e pense em maneiras de melhorar.

Dê um nome ao seu podcast

Ao escolher um nome de podcast, tente escolher algo atraente, memorável e que seja classificado pelas palavras-chave relevantes do seu podcast.

Aqui está o conselho da Apple para escolher um bom título para o seu programa:

Preste muita atenção às tags de título, autor e descrição do seu podcast. O Apple Podcasts usa campos de título, autor e descrição para pesquisa. Os metadados do seu podcast, juntamente com a arte do podcast, são a embalagem do seu produto e podem afetar se o seu podcast aparece em pesquisas relevantes e qual a probabilidade de os usuários se inscreverem. Faça seu título específico. Um podcast chamado “Boletim diário da nossa cidade” é muito vago para atrair muitos assinantes, não importa o quão atraente seja o conteúdo.

Apple Podcast Best Practices

Use palavras-chave, mas sem exagero

Você não deseja encher seu título com palavras-chave, mas deseja facilitar para que as pessoas encontrem seu podcast. Se você tiver um nome de podcast de uma ou duas palavras, adicione uma breve descrição na tag title para ajudar nos resultados da pesquisa.

Aqui estão alguns exemplos:

  • Akimbo: Um Podcast de Seth Godin. A maioria das pessoas que procura este podcast provavelmente procurará por Seth Godin, portanto, é importante incluir o nome dele no título.
  • Sintaxe – Deleites saborosos do desenvolvimento da Web. Provavelmente não há muitas pessoas pesquisando “Sintaxe” nos Podcasts da Apple (a menos que já tenham ouvido falar desse programa). Ao adicionar “desenvolvimento da Web”, o podcast pode aparecer se alguém pesquisar por “Desenvolvimento da Web”, o que aumentará significativamente as chances de ser encontrado por possíveis ouvintes.

Ainda não crie arte de podcast

Embora estejamos fazendo todo o trabalho de preparação, sugerimos adiar a criação da arte agora.

Seu podcast está em sua infância e, como resultado, o conceito de seu programa provavelmente mudará um pouco quando você gravar seus primeiros episódios. É totalmente normal isso acontecer. É fácil alterar o título do seu podcast, mas é realmente difícil alterar sua arte, especialmente se você já pagou uma vez.

Recomendamos que você aguarde até gravar alguns episódios antes de criar a arte oficial do seu programa e pense em algo mais simples, somente para identificar inicialmente.

Etapa 2: Escolha o formato do seu Podcast

Alguns podcasts têm apenas um único host, outros são histórias com scripts ou apresentam entrevistas detalhadas.

O importante é escolher um formato adequado ao seu podcast e com o qual você se sinta confortável. Mesmo que utilize mais de um formato, é importante ter um principal, uma base que seu Podcast seja reconhecido.

  • Se você gosta de improvisação e brincadeiras, precisará de um host.
  • Se você gosta de ter tudo planejado e com roteiro, pode se inclinar para um drama de áudio.
  • Se é um Podcast com amigos, tenha um host e sempre convidados variados

Quando se trata de formatos de podcast, não há uma resposta certa. Então, vamos falar sobre os formatos mais comuns:

  • Podcasts de entrevistas: Esses Podcasts apresentam, geralmente, um único host que entrevista indivíduos em um setor específico.
  • Não ficção com script: Normalmente, Podcasts em série que têm um único tema por uma temporada inteira.
  • Resumo de notícias: um formato que resume as notícias em um setor específico.
  • Podcasts educacionais: Programas de não ficção com roteiro que focam no ensino de seu público sobre algum tipo de assunto.
  • Ficção com script: Esses Podcasts são semelhantes aos dramas de rádio e geralmente são com scripts e altamente produzidos.
  • Conversas gerais: Podcasts que seguem o formato como um papo de bar, com o Host e outros participantes conversando sobre algum tema definido a cada programa.

Duração ideal do seu Podcast

Não deixe que as pessoas lhe digam que existe uma duração ideal para um episódio de um Podcast.

Você encontrará programas com duração de 20 a 30 minutos, até outros com média de 2 horas por episódio. Seu podcast deve durar o tempo necessário, sem ser mais longo.

Todo podcast pode se beneficiar da edição, por isso, fique confortável cortando segmentos, perguntas chatas e partes do episódio que não agregam muito valor ao ouvinte.

E lembre-se: se você estiver produzindo conteúdo atraente e de qualidade, tenha certeza de que as pessoas continuarão ouvindo.

Agenda de publicação de um Podcast

Ter um Podcast provavelmente será algo trabalhoso em tempo integral ou algo que você faz ao lado. Se for o último, você pode ter uma agenda de publicação mais relaxada, mas tente manter uma frequência.

Você pode decidir publicar todos os dias ou uma série de podcast a cada dois meses.

O mais comum atualmente é a publicação uma vez por semana para:

  • Desenvolver uma conexão com seus ouvintes. Se você publicar todos os dias, eventualmente, seus ouvintes começarão a agendar seu podcast para o dia deles. Uma programação semanal permite que você construa essa conexão mais profunda com seus ouvintes.
  • Criar um hábito para si mesmo. A liberação de episódios consistentes pode mantê-lo na ativa, mesmo quando você perde o entusiasmo por isso. Você deseja criar o hábito para poder continuar a expandir seu programa e evitar o abandono.

Depois de ter seu formato de podcast, duração aproximada do programa e programação de publicação, você estará pronto para investir em equipamentos.

Etapa 3: Equipamento e Software de gravação para Podcast

Podcasts têm uma baixa barreira à entrada e se você deseja iniciar um, é relativamente fácil iniciar o processo com pouco investimento ou experiência. Você pode começar a gravar um Podcast apenas com o seu smartphone e um par de fones de ouvido. Lembre-se de que seu conteúdo é a parte mais crucial.

Ninguém ouve um podcast porque possui qualidade de som superior. Mas as pessoas aceitarão uma qualidade de som abaixo do ideal se o conteúdo do seu programa for excelente.

Equipamentos para um Podcast

Escolher a melhor configuração de gravação e publicação pode ser confuso, especialmente se você não possui experiência em gravação de áudio.

Microfone

Não tem como gravar alguma coisa sem microfone. Por isso, o microfone é talvez o primeiro equipamento que você precisa para gravar um Podcast. Para o seu primeiro trabalho, talvez você não precise de algo muito profissional ou caro, mas procure pelo menos um microfone que consiga isolar o som do ambiente e capturar a sua voz com qualidade. Alguns modelos bons no mercado são: Irig Mic Cast (uma opção mais acessível), Audio-Technica ATR2500-USB Cardioid Condenser Microfone USB (como o “USB” mostra, ele pode ser conectado ao computador para transferir arquivos) e MXL 770 Cardioid Condenser Microphone (de alta qualidade, mas não possui conexão USB, necessitando ser usado em conjunto com uma interface de áudio ou gravador digital com recursos XLR).

Interface de áudio

Uma interface de áudio ou um gravador digital são essenciais para a gravação do seu podcast. E vai depender de como é o seu projeto para saber qual dos dois é a melhor opção para você. O gravador tem a vantagem da mobilidade, sendo ideal para uma gravação externa, enquanto que a interface de áudio deve ser usada em um ambiente interno, como um estúdio.

Além disso, alguns gravadores permitem fazer edição sem precisar o usar o computador. Essa é uma forma de poupar custos, às vezes. Por outro lado, a interface permite mais conexões.

Sendo assim, é uma questão de avaliar o projeto do seu Podcast para descobrir qual dos dois cabe melhor no seu planejamento. Alguns modelos bons de gravadores são: Tascam DR-40 (que inclui microfones embutidos), Sony ICD-Ux533BLK (que possui uma longa duração da bateria) e Zoom H4n Pro (que, assim como o Tascam, também inclui microfones).

Headphones

Dentre os equipamentos que você precisa para gravar um podcast, um par de headphones é um dos mais básicos. Isso porque você precisa estar sempre monitorando o nível do áudio do podcast, e os headphones permitem que você faça isso enquanto realiza a gravação. Ter um bom par de headphones pode ser uma ótima forma de evitar problemas na edição do podcast, garantindo que o áudio cru fique da melhor maneira possível.

Software de edição e gravação

Depois que você faz a gravação do seu podcast, é preciso editá-lo antes de colocá-lo nas plataformas de streaming. Existem muitos softwares de edição que podem ajudar você nessa tarefa. Você pode usar, por exemplo, o Adobe Audition, que permite gravar, mixar e editar áudios. O Audacity também é uma boa opção para iniciantes, por ser gratuito e de código aberto, funcionando bem para quem não pode investir muito na gravação de podcasts ainda.

Muitos podcasters ainda usam o Skype para gravar suas entrevistas de longa distância por exemplo. Como prática inicial para lançar, até pode ser usado, porém, não recomendamos este software a longo prazo por três razões:

  • Baixa qualidade de áudio – O Skype é melhor do que usar um gravador de chamadas em um telefone, mas sua qualidade de som não é tão boa quanto o Zoom ou o SquadCast.
  • Inconsistente – Se a sua conexão à Internet não for rápida o suficiente, você poderá enfrentar sérios problemas de som.
  • Nenhuma configuração de gravação prática– Por anos, a maioria dos podcasters precisou usar algo como o software de gravação Pamela para salvar o áudio da chamada. O Skype permite salvar o áudio da chamada, mas ainda é um MP4 (arquivo de vídeo) misto.

Etapa 4: Gravando o seu primeiro episódio

A edição é onde as coisas se realizam e onde muitos podcasters em potencial desistem.

É fácil se envolver com a idéia de gravar um podcast e perder rapidamente o vapor quando as coisas ficam técnicas ou simplesmente difíceis.

Tente se lembrar: até os melhores podcasts tiveram que começar com alguns episódios ruins. Todo programa, e apresentador de programa, precisa encontrar o caminho certo, e a melhor maneira de melhorar é continuando a gravar novos episódios.

Escreva um esboço de podcast

Se enrolar ou perder a linha de raciocínio são alguns dos erros mais comuns cometidos por novos podcasters, e a melhor maneira de combater essa tendência é escrever um esboço do programa, quase como um roteiro, porém, mais simples.

Você não precisa escrever seu podcast literalmente, mas pelo menos uma lista de marcadores farão uma melhoria drástica no fluxo do seu episódio.

Se você estiver trabalhando com um cohost (Alguem que apresenta o programa em conjunto com você), compartilhe o esboço com eles para poder trabalhar juntos. Agora você estará na mesma página e impedirá que sua conversa fique confusa ou com muitos cortes.

Escolha um local para gravar

Embora você possa apreciar o eco quando canta no chuveiro, gravar em pequenos espaços com superfícies duras e planas quase sempre significa uma gravação com um som mais reverberante, e não é isso que você deseja no seu áudio de podcast.

Se possível, grave em uma sala grande e silenciosa, com muito espaço ao seu redor.

Se você tiver um espaço pequeno, tente encontrar um com poucas superfícies refletivas ou muito material que possa absorver o som: móveis, carpetes ou até um armário cheio de roupas pode ajudar.

Encontrar um espaço que atenda a esses critérios pode ser difícil, e é por isso que muitos podcasters descobrem que um simples quarto cheio de coisas é o melhor lugar para gravar.

Escolher o lugar certo para gravar seus episódios é mais importante do que comprar os fones de ouvido ou o software de edição certos, porque a melhor maneira de lidar com problemas de áudio é impedir que eles aconteçam.

Se você conseguir uma gravação nítida desde o início, estará muito mais próximo de uma gravação polida, e o áudio gravado de maneira limpa tornará os aspectos técnicos da edição e mixagem muito mais diretos.

Configure seu equipamento e software de gravação

Para preparar o microfone para gravar, conecte-o ao computador ou dispositivo de gravação de áudio. Para simplificar, recomendamos a compra de um microfone USB, a menos que você tenha experiência com equipamentos de áudio.

Abaixo, uma configuração comum de como conectar os equipamentos.

  • Configuração do microfone USB: Conecte seu microfone diretamente a uma porta USB do seu computador. Depois de conectado, acesse as configurações do seu software de edição de áudio (Audacity, GarageBand, etc.) e verifique se o microfone o destaca como sua entrada de áudio. Depois de selecionar o microfone como entrada de áudio, você estará pronto para gravar.
  • Configuração do microfone XLR: Se você não tiver um microfone USB, é provável que o microfone tenha uma conexão XLR. Para um microfone XLR, você pode usar uma interface USB (como a Scarlett Solo) para gravar diretamente do microfone no computador. Outra opção é conectar o microfone XLR a um dispositivo de gravação de áudio externo (como o Zoom H4n) que salvará o áudio em um cartão SD.

Técnica de microfone para podcasters

Todos nós já ouvimos sons perturbadores ou “P-Pops” antes e nos encolhemos com sons hipersensíveis de “S”. Excessivas rajadas de ar atingindo a cápsula do microfone causam esses dois problemas e, em ambos os casos, é um sintoma da má técnica do microfone.

Se você notar muitas plosivas ou sibilâncias severas em suas gravações, a solução mais simples é sair do eixo do microfone. Ajustar o microfone para o lado, inclinado levemente em direção à boca, impedirá que rajadas de ar atinjam a cápsula diretamente e pode resultar em um áudio de podcast mais suave e natural.

Em geral, você deseja posicionar sua boca alguns centímetros afastada do microfone para obter um som mais limpo, mas a distância ideal pode variar de acordo com o microfone.

Tente gravar a si mesmo falando em um volume consistente em várias posições diferentes e, ao fazê-lo, ouça a gravação para ver qual posição oferece a melhor qualidade de áudio.

Tome uma bebida e comece a gravar

Então, você escreveu seu esboço, escolheu um lugar para gravar, configurou seu microfone e praticou sua técnica de microfone. Agora é hora de tomar uma coisa e começar a gravar seu primeiro episódio.

Tomar um copo de água, café ou uísque fará maravilhas para a sua voz se começar a secar, mas tente evitar bebidas carbonatadas, pois isso aumentará as chances de um arroto ou soluço na sua gravação.

Não se preocupe com erros, gaguejos ou um pouco de silêncio. Você pode fazer todas as edições necessárias na próxima etapa. O mais importante aqui é conseguir fluir o conteúdo, preocupe-se agora com o todo. Os ajustes ficam para depois.

Etapa 5: Editando e fazendo o upload seu primeiro episódio

O processo de edição é onde você segmenta seu podcast, remove distrações audíveis e insere anúncios pré-gravados, músicas, narrações, introduções e outros.

Com a ajuda do software certo e alguns indicadores, mesmo os que não são tão tecnicamente inclinados podem criar um podcast de qualidade e bem editado.

É um processo nos bastidores que requer um pouco de preparação, mas não deixe o processo sobrecarregar você.

Criar uma introdução para o Podcast

Boas introduções feitas corretamente podem ajudar a melhorar a experiência auditiva e o envolvimento do ouvinte, mas elas não são obrigatórias e não é sua única opção.

Aqui estão alguns exemplos de formatos que destacam o quão diferente pode ser o início de um programa:

  • Introdução que edita cenas de de filmes com músicas personalizadas.
  • Introdução com trechos de músicas que podem estar relacionadas com o assunto do Cast.
  • Introdução com cada participante do Cast soltando uma frase de efeito.
  • Introdução personalizada musical criada pelo próprio Podcaster.
  • Não incluir introdução, a conversa começa às 0:00.

A melhor forma de pensar sobre isso é conferir alguns de seus podcasts favoritos e ver qual estilo se encaixa no seu e que seja autêntico. Lembre-se, você sempre pode atualizar sua introdução em episódios seguintes.

Escolha sua música tema do podcast

Se você decidir fazer uma introdução, provavelmente desejará obter algumas músicas de introdução. Quando estiver procurando uma música, pesquise preferencialmente músicas isentas de direitos autorais que você pode usar no seu podcast. Caso contrário, você terá que comprar a música do seu programa.

A música isenta de royalties é ótima, mas, como é gratuita, outros podcasters podem usar a mesma faixa que você escolher. Não se estresse com isso; muitos ouvintes nunca perceberão. No entanto, se você quiser músicas mais exclusivas, poderá comprar uma faixa para sua introdução.

Se você decidir comprar uma faixa, recomendamos dois recursos diferentes:

  • Audio Jungle – Navegue por milhares de músicas gratuitas ou adquira uma faixa exclusiva. Os preços começam em US$1.
  • Audio Blocks – Este é um excelente serviço para podcasters que desejam incluir músicas diferentes em cada episódio. O Audio Blocks possui uma assinatura de US$15/mês, onde você obtém acesso a toda a biblioteca com mais de 100.000 músicas, efeitos sonoros e loops.

Depois de decidir a introdução do podcast e a música do episódio, você estará pronto para editar o seu primeiro episódio.

5 dicas para editar um episódio de podcast

Não discutiremos a edição de podcast em detalhes neste guia, mas acreditamos que essas 5 dicas universais melhorem significativamente sua pós-produção.

01 – Faixas separadas para cada alto-falante ou música.

Ao manter todas as faixas separadas, você pode fazer edições em cada uma, ajustando o volume, silenciando um único alto-falante ou isolando a tosse ou outros erros. Se você não gravou em faixas separadas anteriormente, isso não é uma opção, mas manter tudo separado daqui para frente tornará sua vida de edição muito mais simples.

02 – Edite primeiro o “conteúdo” e depois as “distrações”.

Para manter o processo simples e reduzir a sobrecarga de edição, edite o conteúdo em sua primeira passagem e trabalhe com problemas de ruído ou outras distrações em sua segunda. Se você se concentrar nos problemas de ruído muito cedo, poderá acabar polindo as seções que acabaria removendo posteriormente. Concentre-se em obter o conteúdo certo para começar e depois volte para corrigir problemas de áudio.

03 – Crie uma lista de marcações.

Se você não quiser ouvir um episódio completo várias vezes, recomendamos criar uma lista de marcações de áudio para verificar durante sua segunda passagem. Essa lista também servirá como uma lista de itens que você pode melhorar na próxima gravação: Se o seu host for muito mais silencioso do que você, aumente o microfone. Se você perceber que tocou o microfone enquanto falava ou tossia com frequência, agora sabe que deve evitar isso da próxima vez. Esse processo é tanto sobre aprendizado quanto sobre edição e, se você seguir estas etapas, cada novo episódio que você gravar mostrará uma melhoria acentuada!

04 – Fade entre faixas para remover ruídos indesejados.

Ao cortar seções de áudio, às vezes você pode obter pequenos clicks ou pops no produto final. Portanto, use a ferramenta fade no início e no final dos clipes, se você tiver esses problemas.

05 – Não se torne um editor.

Enquanto você deseja ter uma boa qualidade de som, não se torne um editor de podcast em tempo integral. Seu objetivo é criar um programa que seu público ache valioso. O foco excessivo no equipamento pode ser um obstáculo a esse objetivo.

Você também não quer que sua edição se torne uma desculpa ou algo que o impeça de publicar seu primeiro episódio.

Se você deseja um podcast profissional, recomendamos a contratação de alguma empresas de edição de podcasts.

Salve e exporte seu episódio de podcast

Depois de terminar de editar seu podcast, exporte-o do seu software de edição como um arquivo Wave completo ou no formato adequado de acordo com cada serviço de hospedagem.

Qual é o melhor tipo de arquivo e taxa de bits para um podcast?

A maioria dos podcasters exporta seus episódios como MP3s para garantir a compatibilidade com a maioria dos aplicativos de podcast. Defina a taxa de bits para 192 kbps estéreo para podcasts que apresentam música.

Você precisa de tags ID3?

Há benefícios em marcar seus arquivos de áudio com tags ID3. Essas tags garantem que o seu media player tenha as informações corretas sobre o episódio.

Atualmente, a maioria dos aplicativos de podcast obtém essas informações no feed RSS, mas pode ser perdida se alguém compartilhar o próprio arquivo de áudio.

Fazer upload no serviço escolhido

Agora que temos o arquivo final, vamos enviá-lo para o seu host de podcast. Comece inscrevendo-se na plataforma escolhida. Depois de fazer login na sua conta, faça o Upload de episódio de podcast. Após o upload do arquivo, você pode adicionar o nome, descrição e algumas outras informações sobre o desse episódio, de acordo com cada plataforma.

Etapa 6: Arte do Podcast, categorias e notas do programa

Seu podcast está quase pronto para enviar para Apple Podcasts, Spotify ou outro serviço escolhido! Você está prestes a compartilhar o conteúdo que trabalhou duro para produzir e está quase no ouvido dos ouvintes.

Agora é hora de garantir que você dê o melhor de si para que seu podcast fique ótimo em todos os diretórios de podcast.

Crie a arte para o seu Podcast

Embora o excelente conteúdo do episódio deva sempre ser o foco do seu programa, a arte da capa do seu podcast é a primeira coisa que os novos ouvintes verão nos serviços de podcast ou nas mídias sociais.

Os possíveis ouvintes devem ser capazes de descobrir do que se trata o seu programa, olhando para o seu trabalho artístico.

Especificações técnicas recomendadas com base nos Requisitos de arte do podcast da Apple:

  • Imagem quadrada
  • 3000×3000 px
  • 72 dpi
  • JPG ou PNG
  • Cor em RGB

5 dicas para destacar o trabalho artístico do seu podcast

01 – A arte do podcast deve comunicar visualmente o assunto do podcast.

Seu objetivo é garantir que os ouvintes em potencial entendam do que é o seu podcast apenas olhando para sua arte.

02 – Pense numa variedade de dimensões e aplicações.

Você usará seu trabalho artístico em várias mídias e plataformas, por isso é essencial que pareça bom, mesmo com 55×55 px ou 1000×300 px também.

03 – Não use muitas palavras na sua arte.

Não use mais de três palavras na capa e verifique se é legível, mesmo em tamanhos pequenos.

04 – Evite microfones, fones de ouvido e outras imagens usadas em excesso.

Assim como as capas de filmes não têm imagens de DVDs e aparelhos de TV, a capa do seu podcast não deve exibir equipamentos de podcast, a não ser que ele se trate especificamente disso.

05 – Seja consistente.

A arte do seu podcast faz parte de sua marca geral. Deve ser de alta qualidade e consistente; as imagens usadas para devem ser as mesmas (ou ter aspectos da mesma imagem) em toda a sua marca criando uma identidade única.

Criando a arte do seu Podcast

Se você já tiver uma Identidade definida, basta criar adaptações e aplicá-las. Para todos os outros, recomendamos o Canva ou o 99Designs.

Escreva uma descrição para o seu podcast

Uma descrição de episódio de podcast é considerada metadado. Metadados são informações sobre o seu arquivo: o nome do seu programa, sua descrição, número do episódio, ano do lançamento etc.

O preenchimento desses campos ajuda a tornar seu programa visível no Apple, Google Play e Spotify, ou onde quer que os ouvintes de podcast pesquisem o gênero do programa.

Uma boa descrição do episódio é essencial para o sucesso. É o espaço em que você explica sobre o que é o seu programa em um parágrafo.

Certifique-se de contar aos leitores o que há para eles e torne-o divertido também, para incentivar as pessoas a se inscreverem. Você sempre pode voltar e alterar a descrição.

Escolha uma categoria para o seu podcast

É importante otimizar o seu podcast e uma maneira de fazer isso é escolher as categorias de podcast certas para o seu programa.

Embora em algumas plataformas você possa escolher mais de uma categoria categoria, a que mais importa é a primeira, portanto, verifique se essa é a categoria em que você deseja que seu programa seja listado.

Pode aumentar a visibilidade do seu programa para escolher uma subcategoria e a categoria principal. Se o seu programa é sobre política, é melhor estar no topo de uma subcategoria como Notícias> Política, em vez de estar mais abaixo na Categoria geral de Notícias.

Etapa 7: Ser listado nos Apple Podcasts, Google Podcasts e Spotify

Obter o seu podcast listado nos principais diretórios de podcast é crucial para o sucesso.

Os diretórios de podcast, como o Apple Podcasts, são um local centralizado para os ouvintes de podcast encontrarem novos programas.

Ser listado nos diretórios principais de podcast é uma parte crítica da sua estratégia de marketing de podcast, porque a maioria dos seus novos ouvintes encontrará seu podcast através desses diretórios.

Aqui está o passo a passo para obter a lista nos diretórios de podcast mais importantes:

Apple Podcasts

  • Faça login no Buzzsprout (serviço de distribuição de podcast) e vá para a guia Diretórios
  • Clique em Get Listed em Apple Podcasts. Isso o enviará ao Apple Podcasts Connect com as informações de seu podcast pré-preenchidas.
  • Faça login no Apple Podcasts Connect
  • Clique em Validar para garantir que tudo fique bem. Se estiver faltando algum campo, volte e preencha os campos no Buzzsprout.
  • Clique em Enviar para enviar seu podcast para os Apple Podcasts. O processo de envio pode levar até duas semanas e você deve receber um e-mail quando for aprovado.

Spotify

O Spotify lançou seu diretório em 2018 e rapidamente se tornou o segundo maior diretório de podcast. Isso ocorre porque o Spotify alcança muitas pessoas que ainda não ouvem podcasts.

  • Entre no Buzzsprout
  • Diretórios
  • Clique em Obter lista em Spotify
  • Clique em Enviar Podcast para Spotify
  • Ao contrário dos Apple Podcasts, depois de enviar o seu podcast para o Spotify, ele deve ser listado quase imediatamente.

Google Podcasts

O Google Podcasts é um diretório que permite que seu podcast seja exibido nas pesquisas na web do Google e em telefones Android. Em vez de enviar seu podcast para um diretório, verifique se o Google pode rastrear seu site de podcast.

O site que vem com todas as contas do Buzzsprout é compatível com os Podcasts do Google. Portanto, a maioria dos podcasters vê seus episódios sendo exibidos nos Resultados do Google dentro de algumas semanas, sem tomar medidas adicionais.

Se você usa outro serviço de hospedagem ou sua solução de hospedagem, você deve conferir como é a listagem diretamente com eles.

Etapa 8: Lançar seu podcast

Agora que você terminou alguns episódios, é hora de decidir como lançar seu podcast.

Você tem duas opções: Uma grande inauguração ou um Soft Open.

Opção de lançamento: Uma grande inauguração

Quando uma produtora lança um filme, eles geralmente têm grandes planos de promoções alinhados. Eles escolhem um dia para lançar seu filme, fazem com que críticos e influenciadores o visualizem e exibem uma tonelada de anúncios. Você pode fazer algo semelhante ao seu podcast se tiver acesso a influenciadores, um público existente ou dinheiro para promover seu programa. Você pode seguir o mesmo script.

Você escolherá uma data daqui a algumas semanas, começará a entrar em contato com as pessoas que acha que podem estar interessadas no programa, tentará revisar seu podcast e exibirá muitos anúncios no podcast quando ele for lançado.

Uma pequena preparação para o pré-lançamento aumenta a chance de o seu podcast entrar no ranking de podcasts da Apple e possivelmente entrar na seção Novo e Notável da Apple.

Mas se você está tendo um leve ataque de pânico com a ideia de promover seu podcast para milhares de pessoas, o Soft Open pode ser uma opção melhor.

Opção de lançamento: O Soft Open

Estou emprestando a frase Soft Opening da indústria de restaurantes. Normalmente, um novo restaurante será aberto um ou dois dias antes da abertura anunciada.

É uma noite discreta que o restaurante pode usar para resolver suas torções sem muita pressão ou visibilidade. Os funcionários convidam seus amigos e, com frequência, o faturamento da noite é doado para caridade.

Há menos estresse porque há menos pessoas por perto para ver os erros.

Da mesma forma, um lançamento Soft Open é quando você inicia o podcast sem ninguém ouvir. Você começa a publicar como se as pessoas estivessem ouvindo, mas aguarde uma semana ou duas antes de fazer qualquer promoção importante. No máximo envie para amigos, conhecidos e família.

É uma maneira de superar se sentir confortável com a ideia de podcasting e superar a síndrome dos impostores ao mesmo tempo.

Marketing para o seu podcast

Nesse ponto, você colocou algum esforço real. Mesmo que você ainda não tenha muitos downloads, é importante lembrar que mesmo um download é uma pessoa real ouvindo seu programa.

Você provavelmente não tem uma comunidade que aguarda seu podcast quando inicia o seu lançamento, por isso é essencial aproveitar as comunidades existentes.

Isso significa encontrar grupos de pessoas que deveriam estar interessadas no seu podcast e divulgá-lo. Lembre-se de que quando estamos fazendo isso, precisamos agregar valor às comunidades em que você se envolve. Se você apenas enviar links de spam na Web, as pessoas irão te ignorar.

Tente se envolver honestamente com a comunidade e ofereça seu podcast como uma solução para os problemas deles (desde que isso os ajude).

Vamos analisar 6 táticas de marketing que acreditamos ter a melhor chance de direcionar ouvintes para um novo podcast:

01 – Compartilhe seu podcast com amigos e familiares.

Se o seu podcast for divertido para amigos e familiares, compartilhe-o diretamente com eles. Peça feedback sob o conteúdo e formato, depois peça que compartilhem seu programa com os amigos.

02 – Publique episódios nas redes sociais.

Compartilhar seu programa nas mídias sociais não significa apenas postar seus episódios em sua página. Compartilhar conteúdo útil em seus canais sociais é sobre qualidade, consistência e interação com os ouvintes em várias plataformas. Use o Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.

Você provavelmente já tem amigos nessas plataformas que estariam interessados ​​no que você está fazendo, e essa é uma ótima maneira de que eles saibam sobre seu podcast.

Se você fizer isso da maneira certa (compartilhando posts atraentes e não enviando spam), conseguirá mais ouvintes.

03 – Entre em contato com os administradores relevantes de Grupos do Facebook.

Existem muitos grandes grupos no Facebook e, provavelmente, já existem alguns que discutem o mesmo assunto que o seu programa. Se você tem um podcast sobre café, encontre alguns grupos de podcast ou até mesmo de café e aproveite-os para tudo o que vale a pena. Participe desses grupos e peça a permissão do administrador para compartilhar seu podcast. Se você compartilhar seu programa ou promovê-lo de alguma forma, é provável que seja inicializado em alguns minutos.

04 – Poste no Reddit / Quora como resposta.

Pesquise no Quora ou no Reddit pessoas que fazem perguntas sobre o assunto do seu podcast. Encontre perguntas relevantes e recentes às quais você pode responder com confiança. Publique sua resposta na íntegra – não faça com que os leitores tenham que sair da página para obter a resposta completa. Na sua postagem, mencione que você discute o tópico mais detalhadamente no “podcast XYZ” e vincula o episódio relevante. Ao envolver perguntas no Quora, você estabelece uma presença, ainda que pequena, que pode levar as pessoas a ouvir seu podcast por anos. Procure postar pelo menos uma ou duas respostas como essa para cada episódio que você postar. Você pode seguir essa mesma abordagem no Reddit. No entanto, você precisa se concentrar ainda mais em fornecer valor nessa plataforma. Certifique-se de ser útil para as pessoas.

05 – Entre em contato com blogs relevantes

Encontre um blog estabelecido que já tenha seguidores no gênero de seu programa e entre em contato com o proprietário do blog para ver se eles estariam interessados ​​em fazer parceria com você. Você pode promover o blog deles no seu programa e eles podem compartilhar o seu conteúdo. Vantajoso para as duas partes! Faça uma pesquisa para verificar se existe um blog ou canal do Youtube com o qual você possa fazer parceria para promover seu podcast.

Celebre sua conquista!

Se você chegou até aqui e está pronto para publicar seu episódio, recomendamos que você envie seu episódio em breve e comemore sua conquista.

 
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.