poneis

‘Pôneis Malditos’, da Nissan, gera reclamações.

poneis

“Pôneis Malditos”, a sarcástica campanha da Nissan que estreou na última sexta-feira (29) na internet e, em seguida, na TV, será investigada pelo Conar, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária.

Com cerca de 30 denúncias vindas de diferentes partes do Brasil, o comercial será analisado pelo órgão por fazer a associação de figuras infantis – no caso, os pôneis em desenho animado – com a palavra “malditos”.

Após a abertura do processo, que aconteceu na tarde de ontem, o próximo passo é a nomeação de um relator que estudará as denúncias, o que deve acontecer na tarde de hoje, de acordo com o Conar.

Caso o relator escolhido de manifeste sobre a concessão de uma medida liminar, o comercial deverá sair do ar até que o processo seja julgado. O julgamento, segundo o Conar, ocorre em torno de 30 dias.

Com mais de 5 milhões de visualizações no Youtube, a campanha permaneceu no topo dos trending topics do Twitter durante dois dias inteiros no Brasil. No ranking global, o termo “pôneis malditos” também emplacou rapidamente.

Criado pela Lew’Lara/TBWA, agência de publicidade da Nissan, o filme faz uma sátira à potência dos motores rivais da montadora, comparando-os aos animaizinhos. Por fim, o comercial apresenta a maldição: “É o seguinte, se você não passar esse vídeo agora para 10 pessoas, você vai sofrer a maldição do pônei: você vai ficar o resto da vida com essa música na cabeça”. A partir daí, o grudento jingle ganha vida e invade as redes sociais, virando hit.

Por Cris Simon, de Exame.com | 04/08/2011

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
 
 

Um comentário em “‘Pôneis Malditos’, da Nissan, gera reclamações.

  1. Meu nome é Esequiel, não sei se cabe esta reclamação nesta pagina, mas acontece que estou muito insatisfeito com uma Frontier/Nissan, ou seja, os mesmos fazem um baita de um comercial divulgando um grande carro, andando na lama, na estrada de terra e vende uma Frontier com os pneus de uso em 100% em asfalto (255/70R16) um carro que é de uso para fazenda e pior onde é que está escrito esta informação. Quando liguei na concessionária informando que os pneus estavam esfarelando, informaram que deveria ir até uma loja da Bridgestone para fazer o laudo, fui à primeira loja em 23/01/2012 e o técnico informou no laudo nº1000257/258/259/256 que eu havia passado produto químico nos pneus, não acreditando em que havia ouvido, então fui a segunda loja e o técnico informou no laudo nº1001280/1279/1278/1277 no dia 02/02/2012 que eu havia andado na estrada de terra que é o mais provável. Então através do protocolo nº1-40933815 que havia aberto no dia 02/02/2012, informei a situação e aguardei o retorno do SAC/Nissan, porém em nem um momento o SAC/Nissan retornou a ligação e no dia 07/02/2012, liguei e não obtive resposta, liguei novamente no dia 16/02/2012 e não obtive resposta, então liguei novamente no dia 05/03/2012 e a mesma informou que devo entrar em contato com a Bridgestone, parece uma piada o SAC/Nissan não resolve nada.

    Amigos analisem bem antes de comprar um produto Nissam, você pode estar sendo enganado e o pior não vai ter suporte algum do SAC……..

Deixe uma resposta